11 de setembro de 2017

Mini-Resenhas de Dramas [#2]




1. My Unfortunate Boyfriend (2015)
Nota: 7.5/10

Uma protagonista que faz de tudo um pouco para conseguir se dar bem na carreira e um protagonista todo atrapalhado, ao qual nada dá muito certo por ser tão azarado. Ele é um dos mocinhos mais doces que já vi nos dramas e, embora pareça um pouco "bobo", não se deixe enganar: ele é bem inteligente e carrega bastante peso em sua vida. A mocinha, mesmo utilizando alguns meios não muito corretos para conseguir o que quer, não é má de todo e com o tempo vai aprendendo a ser uma pessoa melhor. Peguei este drama sem expectativas e, apesar dele não ser daqueles que recomendaria sem pensar duas vezes, também não foi uma perda de tempo: terminei com uma sensação boa, com o coração aquecido e com um sorriso no rosto, de tão doce que foi.

2. The Virtual Bride (2015)
Nota: 7.5/10

O drama das sogras chatas! A primeira coisa que me vem a mente quando penso neste drama é isto! Nossa, como eram insuportáveis, irritavam demais! A mocinha, tentando alavancar a carreira fazendo um programa de variedades, acaba entrando em um dos mais inusitados: ser a "noiva" de um cara que tem uma família coreana tradicional e ela tem que fazer os "deveres" que precisam ser feitos por ela, atribuídos pela "sogra". Mas as coisas não são tão simples e para quem não está acostumada a fazer todo tipo de coisa, isso complica mais. rsrs
Há cenas engraçadas, outras irritantes, dá uma certa frustração por certas atitudes dessas sogras - porque claro, tem mais de uma além da sogra de mentira. 
Achei o romance bonitinho, não só do casal principal, embora nada demais.
No geral curti o drama, mas não acho que veria de novo.


3. The Flatterer (2015)
Nota: 6.5/10

Quer ver porrada gratuita?
Então veja este drama! rsrs
Não, não estou exagerando, acho que em todos os episódios tem gente apanhando e batendo. rsrsrs
Dou risada porque mesmo sendo assim, achei divertido de ver, é um drama curto e que mesmo não sabendo explicar bem o porque, gostei. Não acho que tenha uma história que faça muito sentido, só mostra a vida dos alunos na escola e um pouco fora dela, não vai muito a lugar nenhum para falar a verdade. Sei que veio de um manhwa e acho que ainda tava em andamento, por isso penso que precisava ter uma segunda temporada, para esclarecer as coisas que ficaram sem explicação.



4. Sensory Couple (The Girl Who Sees Scents) (2015)
Nota: 7.5/10

Não sei se peguei numa hora errada, mas não consegui achar isso tudo que tanta gente acha deste drama. A premissa chama atenção, mas achei a história muito leve para ter um assassino tão interessante como este, que ficaria melhor num melodrama ou em algum drama mais sério. Custei a terminar, achei um drama mediano, não acho que veria de novo.





5. Be Arrogant (2014)
Nota: 5.5/10

Um cara que termina com uma para ficar com outra, mas que acaba enganando esta outra, pelo que? As duas se unem, querem vingança, procura pelo ex, volta, ai sei lá!
Drama curto e confuso, muitas idas e voltas, muita coisa acontecendo e tinha horas que precisava voltar o vídeo para ver se tinha entendido direito. Terminei tão confusa quando comecei e desisti de voltar para tentar entender. Drama que não acrescentou em nada.


4 de setembro de 2017

KDrama | Queen of Mystery



Outros Títulos: Mystery Queen | 추리의 여왕
País: Coreia do Sul
Gênero: Mistério, Comédia
Data de Exibição: 05/04/2017 (início) | 25/05/2017 (término)
Rede de transmissão: KBS2
Nº de Episódios: 16
Minha Nota: 9/10
Comecei no dia: 02/05/2017
Terminei no dia: 07/06/2017




Yoo Seol Ok gostava de livros de mistério e queria se tornar uma detetive, mas desistiu do seu sonho depois de casar. Agora ela é dona de casa com um marido que trabalha como promotor. Um dia ela conhece Ha Wan Seung, um detetive entusiasmado, e os dois começam a resolver casos juntos. Fonte




Honestamente, não tinha programado ver este drama e estava um pouco receosa por terem me dito que não valia muito a pena o ver. Fui ver o trailer e aí foi quando começou a me despertar atenção, me fazendo dar a chance a ele.

Tive uma gratíssima surpresa! Gostei muito e agradeço ao meu "sexto sentido" ter me feito dar essa chance! rsrs

Queen of Mystery é um mistério leve, com pitadas de comédia, mas também com seus momentos mais dramáticos. Uma história deliciosa que conseguiu equilibrar bem os elementos que a compunham: os mistérios, a comédia, o drama, os momentos de mais "ação", tudo na dose certa, sem faltar ou sobrar.
Me peguei em vários momentos rindo por qualquer coisa e sentindo muito por situações tristes que podem ocorrer na vida.

25 de maio de 2017

KDrama | Squad 38


Outros Títulos: 38 Task Force | Police Unit 38 | 38 Revenue Collection Unit | 38 사기동대
País: Coreia do Sul
Gênero: Crime, Ação, Comédia 
Data de Exibição: 17/06/2016 (início) | 06/08/2016 (término)
Rede de transmissão: OCN
Nº de Episódios: 16
Minha Nota: 10/10
Comecei no dia: 24/06/2016
Terminei no dia: 12/08/2016


Uma força-tarefa especial vai misturar policiais e criminosos a fim de capturar bandidos. Eles irão usar suas habilidades de fraude e dissimulação, a fim de ajudar a prender sonegadores de impostos. Fonte


Depois de ter amado tanto o drama Bad Guys - um dos meus dramas favoritos - e ficar esperando sair uma segunda temporada - que ainda não veio, mas ao que tudo indica terá -, soube que haveria mais um drama da mesma dupla de roteirista e diretor deste drama, o Squad 38. Bem, nem pensei duas vezes e marquei logo, porque tinha que ver!

Já faz um tempo...


...que não escrevo nada aqui. Sinto falta, tenho tanta coisa para escrever! Inúmeros dramas que terminei, alguns filmes vistos, novas descobertas, ideias que quero começar a por em prática... Mas não tenho conseguido fazer. Não por falta de vontade, mas porque simplesmente não tenho conseguido passar muito tempo digitando: é só ficar um a pouco mais que começam a doer as mãos e a dor se entende até a coluna - ou seria o contrário?

Com isso, embora ainda não saiba quando conseguirei fazer mais posts de forma regular - sei que vira e mexe fico por períodos sem postar nada (por vários motivos) e acredite, sempre que isso ocorre fico triste porque gosto de escrever sobre as coisas que me interessam/amo -, vou tentar ir devagarinho e mesmo sabendo que planos não dão muito certo comigo, vou tentar ir um passo por vez.

Enquanto isso estou sempre andando pelas redes e ultimamente tenho estado mais no twitter - estou comentando mais sobre o que vejo por lá - ou pelo face, embora menos frequente.

Tomara que consiga fazer mais posts brevemente, mas por hora já tem um no forno, já já sai. ;)

12 de janeiro de 2017

Balanço de 2016: Dramas


Com o ano bem ruinzinho para fazer as coisas que mais gosto, os dramas não ficaram de fora disso: vi menos do que nos anos anteriores e honestamente não sei nem dizer o porque disso.

Não peguei muitos dramas em andamento - não tive aquela pressa, aquela vontade que te faz atropelar a lista gigante para passá-los a frente - e os que peguei boa parte não terminei. Me empolguei com poucos: dá para contar nos dedos os que me fizeram ficar viciada, querendo ver o seguinte episódio logo ao terminar o anterior, esse sentimento que dá uma alegria enorme para quem gosta de dramas/séries/etc.

Realmente não sei o que aconteceu.

Depois de quase o ano todo deste jeito - ainda não saí muito disso -, deu uma melhorada: acho que ter pego dramas com temáticas que prefiro tem ajudado. Não quero me forçar a nada, então o jeito é esperar e torcer para que encontre dramas viciantes este ano.

Ao todo, concluí 22 dramas em 2016. Queria ter terminado mais alguns, mas infelizmente não deu.


Filmes de Dezembro

E este foi mais um mês ao qual não vi nenhum filme...
Logo no último mês do ano, não vi nada para finalizá-lo bem...
Enfim, agora é ver no que vai dar neste 2017...


11 de janeiro de 2017

Balanço de 2016: Filmes


Então, se nas outras coisas foi ruim/mais ou menos, pelo menos vi muitos filmes, né? Né?

Claro que não.

Minha meta de ver 1 filme por semana, há mais de um ano,  novamente se revelou uma barca furada das grandes!

Ao todo vi 12 filmes...
Sim, apenas 12! Quase um por mês...
E o total foi menos que em 2015...

Lista em ordem dos filmes:

  1. The Heat
  2. Bajrangi Bhaijaan
  3. Corpse Bride
  4. The Hunger Games - Mockingjay Part 2
  5. Scandal Makers
  6. Non-Stop
  7. Heroine Shikkaku
  8. Wolf Girl and Black Prince
  9. A Dynamite Family
  10. All-Round Appraiser Q: Mona Lisa Eye
  11. So I Married an Anti-fan
  12. Chasing/Catch Him to Survive

Minha opinião sobre os filmes vistos está nos links.


Foram 8 filmes asiáticos e 4 ocidentais;
O gênero que mais vi foi comédia - com alguns outros elementos;
Não dei nenhuma nota 10;
Minha nota mais baixa foi 7.


Filmes com as notas mais altas:

Bajrangi Bhaijaan
The Hunger Games - Mockingjay Part 2


Sem dúvidas o filme que me tocou mais foi o Bajrangi Bhaijaan. Muito doce, com uma mensagem linda e bem retratada, me deixou com os olhos cheios d'água em vários momentos. Recomendo muito, pois vale a pena ser visto!


Filme com a nota mais baixa:

The Heat

Não que tenha sido ruim, até porque me divertiu por momentos, mas foi certamente bem fraco. Não foi uma perda de tempo, mas não sei se recomendaria.



Mais um ano se passou sem que eu aumentasse meu número de filmes vistos - não que a lista seja pequena, veja bem, ela é grande e ao continuar assim nunca diminuirá! Mas não quero mais me cobrar, não vou mais me pressionar, já vi que não adianta. Só torcerei para que neste novo ano comece a melhorar, enfim.

Até ao próximo balanço, que será o de dramas que vi em 2016.

10 de janeiro de 2017

Balanço de 2016: Séries


Se para as leituras foi ruim, 2016 para as séries foi um ano bem mais ou menos: não chegou a ser tão ruim quanto as leituras, mas também não foi como gostaria.

Consegui terminar algumas temporadas de séries que acompanho, mas só comecei uma nova - que não cheguei nem a metade - e não concluí nenhuma.

A nova série que comecei se chama Miss Fisher's Murder Mysteries, a qual vi apenas dois episódios - era para ter visto mais e até ter terminado a primeira temporada, mas não fiz isso e sei lá por qual motivo, já que gostei destes dois episódios.



Temporadas concluídas:

A quarta temporada de Person of Interest, que levou bastante tempo para que eu terminasse - para mais de ano mesmo -, mas que mesmo assim gostei. Pretendo concluir a série, só ainda não sei quando farei isso.


Recentemente, acabei a quinta temporada de Doctor Who. Um novo doutor, uma nova companion, novas aventuras, tudo diferente e gostei, apesar da saudade que o Doutor anterior dá - é difícil esquecer um que é inesquecível. Mas o novo também foi bom, de uma forma diferente, claro.


Terminada também a quarta temporada de Hawaii Five-0, que mostrou um pouco mais da vida dos personagens principais, entraram outros para ajudar o time, além dos novos casos. Senti falta da Kono, que ficou boa parte da temporada sem aparecer. No mais, na parte final da temporada as coisas deram uma agitada e achei que melhorou bastante, me fazendo gostar mais dela.


Segunda temporada de Bones finalmente concluída. Nesta foram reveladas coisas do passado da Brennan, além de também ter desenvolvimentos de alguns personagens. Gostei e pretendo continuar a ver a série - mas ficar atualizada é algo sem tempo predeterminado.


Para terminar, vi também o especial do Sherlock, The Abominable Bride. Gostei muito e serviu para tirar as saudades que sempre tenho dessa série. Com temporada nova que chegou, finalmente poderei amenizar esse sentimento.



Bem, 2016 não mudou para melhor minha relação com as séries, mas pelo menos deu para avançar um pouco mais nas que já estão em andamento. Agora é ver como se dá neste novo ano...


9 de janeiro de 2017

Balanço de 2016: Leituras


Começando minha série de Balanços do ano, neste primeiro post trago meu ano de 2016 nas leituras...

Meu único objetivo este ano para as leituras era o que vem sendo nos últimos anos: voltar a ler. Voltar a ter um ritmo de leitura constante. Falhei. Mais um ano que se passou ao qual minhas leituras foram escassas.

No começo do ano até estava um tanto empolgada: provavelmente por ser começo de ano em primeiro lugar, mas também tinha um sentimento de que iria conseguir esse objetivo. Então peguei em algumas histórias, comecei alguns mangás  - até entrei no desafio da Raquel, o Attack on Mangá, ao qual já deve ter deduzido, também falhei consideravelmente - e estava indo relativamente bem, mas foram passando os meses e isso foi diminuindo, até que já não peguei mais em nada e veio sendo assim até o momento.

É com muita tristeza que escrevo isso, pois adoraria ter feito lista de melhores, lista de piores, entre outras listas de leituras que novamente irá ficar apenas na vontade e pensamento.
 
Ao total foram 8 histórias, sendo que apenas terminei um livro, uma história curta e o resto foram mangás.



O único livro que terminei, na verdade comecei em 2015 e quando completou exatamente um ano, o finalizei. Foi O Aliciador de Donato Carrisi - não vou deixar o link da opinião que escrevi porque preciso refazê-la, foi um tapa na cara tão grande que levei que não consegui escrever como deveria sobre a leitura.


Já a história curta que li foi a prequel de The Murder Notebooks, chamada Dias Sombrios. Opinião


Quanto aos mangás, li:

O Vol 1 de Gokusen. Opinião


O vol único de Shirokuro-kun to Anzu-chan. Opinião



O Vol 1 de Suki-tte Ii na yo. Opinião



O Manhwa My Dream My Work. Opinião


E para finalizar li o one shot Kon no Ki Konoha e o Vol 1 de Crayon Days, mas não escrevi nada sobre eles até o momento para deixar links.

Não coloquei na ordem de leitura, mas a última que terminei foi em maio...

Tentei, tentei mesmo começar mais coisas, mas novamente não consegui nada. É horrível não conseguir fazer o que você mais gosta, dá uma sensação de pesar muito grande ver o tempo passando e nada...

Não quero me fazer promessas mais a esse respeito e aos outros, não quero ficar nesta frustração que venho tendo nestes últimos anos. Vou deixar rolar, torcendo para que minha vontade de ler volte, sem me dar pressão para isso.


E termina 2016 assim para a (falta de) leitura.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...